Aprovada pelo CFM Medicina de Emergência como Especialidade Médica

20/04/2013 às 12:39 | Publicado em Waldir Cardoso | 1 Comentário
Tags: , , , , , , ,

plenaria_emergenciaEsta semana participei da Plenária Ordinária do Conselho Federal de Medicina. Um dos temas discutidos foi a Urgência e Emergência como especialidade médica.

O Plenário, por unanimidade, aprovou a proposta da Câmara Técnica de Urgência e Emergência do próprio CFM para que seja criada a especialidade de Medicina de Emergência.

 O assunto é antigo. Há mais de dez anos o movimento médico debate a matéria do ponto de vista técnico e político. Noâmbito dos Conselhos de Medicina é assunto constante nos Fóruns Estaduais, Regionais e Nacional organizados pelas Câmaras Técnicas dos Conselhos Regionais e Federal, Plenos Nacionais e Encontros Nacionais de Conselhos de Medicina.

 Recebemos no plenário os membros da Câmara Técnica de Urgência e Emergência Jefferson Piva, Luis Alexandre Borges, Marcio Rodrigues e Nadine Clausell que trouxeram sua experiência e acúmulo de discussão sobre o assunto.

 O grupo propôs a criação da Especialidade Medicina de Emergência e Residências Médicas em Medicina de Emergência, com entrada direta. A Terapia intensiva foi usada como parâmetro para contradizer que os Emergencistas poderiam tirar mercado de trabalho ou ocupar espaço de competência de outras especialidades.

 A Tragédia de Santa Maria também foi apresentada como exemplo da necessidade de qualificar a formação em Emergência e reconhecer a Medicina de Emergência como especialidade médica. O nome Medicina de Emergência é defendido por ser um nome já consagrado internacionalmente.

 Após o final das exposições e esclarecimentos o grupo expositores retirou-se e o assunto foi colocado em discussão entre os Conselheiros Federais. Após os debates a criação da especialidade de Medicina de Emergência foi aprovada por unanimidade. Leia mais AQUI

O próximo passo é discutir a proposta no âmbito da Associação Médica Brasileira e, posteriormente, na Comissão Nacional de Residência Médica. Só pelo consenso destas três instâncias é que a Medicina de Emergência tornar-se-á a 54ª especialidade médica brasileira.

CFM e AMB lançam Programa de Atualização Baseado em Diretrizes

18/11/2010 às 8:57 | Publicado em Movimento médico | 4 Comentários
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

A Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM), em parceira com a Artmed Panamericana Editora, por meio do SEMCAD (Sistema de Educação Médica Continuada a Distância), lançam o PRODIRETRIZES, Programa de Atualização Baseado em Diretrizes.

De acordo com os revisores do Programa Diretrizes Nathalia C. Andrada e Ricardo Simões, todas as diretrizes foram processadas pedagogicamente, de acordo com a dinâmica dos programas do SEMCAD, criando um texto atraente, com vários lembretes das partes mais relevantes e um caso clínico real para ser discutido sobre o assunto, com a intenção de reforçar a aplicabilidade do texto.

Segundo Nathalia, a seleção de cada Ciclo busca a diversificação das áreas da medicina. Outro grande diferencial, conforme ressalta Dr. Ricardo, está no foco das diretrizes que está voltado para o paciente, com suas características individuais, inclusive contemplando as minorias.

Como funciona o PRODIRETRIZES

O ingresso no primeiro Ciclo do PRODIRETRIZES pode ocorrer em qualquer momento ao longo de 12 meses e de qualquer lugar do país, pois os módulos são entregues em casa. A Associação Médica Brasileira (AMB) outorgará certificado de 80 horas/aula aos aprovados na avaliação final de cada ciclo do Programa de Atualização Baseado em Diretrizes da AMB para contabilizar pontos para a carreira profissional.

Os inscritos no PRODIRETRIZES têm acesso ao e-learning, um ambiente virtual de aprendizagem. Nele é possível encontrar o Clipping Medicina, com informações especializadas em cada área de atuação: entrevistas com especialistas, matérias e notícias científicas e eventos relevantes, e o Dynamed, um dos três bancos de dados da área médica mais completos do mundo, com acesso irrestrito a mais de 3 mil tópicos clinicamente organizados. E, mais uma vantagem, é o desconto de 15% na compra de livros do catálogo do Grupo A, que inclui Artmed e Artes Médicas.

Programas do PRODIRETRIZES existentes:

• Programa de Atualização em Neonatologia (PRORN)

• Programa de Atualização em Medicina Intensiva (PROAMI)

• Programa de Atualização em Clínica Médica (PROCLIM)

• Programa de Atualização em Medicina de Urgência (PROURG EN)

• Programa de Atualização em Ginecologia e Obstetrícia (PROAG O)

• Programa de Atualização em Cirurgia (PROACI)

• Programa de Atualização em Otorrinolaringologia (PRO-ORL )

• Programa de Atualização em Traumatologia e Ortopedia (PROAT O)

• Programa de Atualização em Cardiologia (PROCARDIOL)

• Programa de Atualização em Medicina de Família e Comunidade (PROMEF)

• Programa de Atualização em Terapia Intensiva Pediátrica (PROTIPED)

• Programa de Atualização em Endocrinologia e Metabologia (PROENDÓCRINO)

O PRODIRETRIZES tem a coordenação do diretor científico da AMB,Edmund Chada Baracat e do coordenadordo Programa Diretrizes, Wanderley Marques Bernardo e a direção acadêmica de Nathalia C. Andrada e Ricardo Simões.

VEJA COMO ADQUIRIR O PRODIRETRIZES

Fonte: AMB

AMB avalia avalia nova resolução do CFM sobre órteses e próteses

11/11/2010 às 0:05 | Publicado em Movimento médico, Saúde | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , , , ,

Um dos itens da pauta da reunião da Câmara Técnica de Implantes desta sexta-feira, dia 5 de novembro, foi a discussão sobre a Resolução CFM nº 1956/10, que disciplina a prescrição de materiais implantáveis, órteses e próteses e determina arbitragem de especialista quando houver conflito.

O documento foi lido e, em vista de diferentes opiniões sobre alguns pontos, foi encaminhado que cada Sociedade de Especialidade se manifeste por escrito indicando quais itens do documento poderiam afetar a prática médica. As Sociedades terão até dia 10 de dezembro para fazer o encaminhamento à AMB.

A seguir, foi relatado o que foi tratado durante reunião realizada em 27 de outubro com representantes do Ministério da Saúde.

O principal destaque é que, devido ao momento político de transição de governo, o trabalho conjunto entre a CTI e o departamento de média e alta complexidade do SUS não pode ser definido. Além disso, as representantes do Ministério pediram à Câmara Técnica que faça a descrição técnica (tipos, tamanho, circunstâncias de utilização, materiais utilizados para fabricação) de todas as órteses e próteses já listadas.

O último ponto tratado na reunião da CTI foi a apresentação feita por Wilson Pereira e José Carlos Pachon, ambos de Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, sobre os benefícios da associação de desfibrilador e resincronizador cardíaco.

Eles defenderam por meio de estudos científicos que o uso de um aparelho com as duas funções reverte consideravelmente os casos de possível morte súbita. Sendo assim, comunicaram que pretendem pedir à ANS a inclusão no rol de procedimentos.

A próxima reunião da Câmara Técnica de Implantes será no dia 10 de dezembro, quando serão definidas as metas do grupo para 2011.

Fonte: AMB

José Luiz presidirá Associação Médica Mundial em 2012

18/10/2010 às 16:29 | Publicado em Movimento médico | 1 Comentário
Tags: , , , , , , ,

José Luiz Gomes do Amaral, presidente da AMB, foi eleito por aclamação para presidir a Associação Médica Mundial (WMA) em 2012. A eleição ocorreu em 16 de outubro, durante a Assembleia Geral da WMA, realizada em Vancouver, Canadá. É a terceira vez que um brasileiro assume o cargo máximo na entidade. O cirurgião catarinense Antônio Moniz de Aragão presidiu a WMA em 1961 e o dermatologista paulista Pedro Kassab em 1976.

Amaral representa o Brasil como integrante do Conselho da WMA desde 2005 e, há três anos, preside o Comitê de Assuntos Médicos Sociais (SMAC). Ele foi responsável por trazer ao Brasil relevantes discussões sobre pesquisas clínicas, como a revisão da Declaração de Helsinki (agosto de 2008), o uso de placebo em pesquisa médica associada ao tratamento (janeiro de 2010), e o Seminário Internacional de Resiliência Médica (agosto de 2010).

Com a realização da Conferência Doutores do Ambiente, em novembro de 2009, ajudou a disseminar a Declaração de Delhi sobre saúde e mudança climática. Dana Hanson, presidente da WMA na época, compareceu ao evento realizando a palestra de abertura. Yoram Blachar, presidente da WMA em 2008, também visitou o Brasil neste ano, na abertura da versão brasileira do Curso de Formação de Lideranças Médicas, adaptação de uma iniciativa da WMA.

Ainda no âmbito internacional, atualmente Amaral preside também a Comunidade Médica de Língua Portuguesa (CMLP), cargo assumido em março deste ano, durante o IV Congresso da CMLP, realizado na cidade de Maputo, em Moçambique. Representando o Brasil na Confederação Médica Latino-Americana e do Caribe (Confemel) e no Fórum Iberoamericano de Entidades Médicas, Amaral tem trabalhado pela integração das instituições de representação médica nesse contexto.

O recém-eleito presidente da WMA é especialista em Anestesiologia e Medicina Intensiva. É professor titular da disciplina de Anestesiologia, Dor e Medicina Intensiva da Universidade Federal de São Paulo. Desde 1994, é responsável, no Hospital São Paulo (Unifesp), pelos Centros de Ensino e Treinamento da Associação de Medicina Intensiva Brasileira e da Sociedade Brasileira de Anestesiologia. Gomes do Amaral foi reeleito presidente da Associação Médica Brasileira para a gestão 2008-2011 e apresenta destacado trabalho em defesa da qualidade da assistência e da dignidade profissional do médico; dos projetos de lei para regulamentar o exercício da profissão e para implementar Plano de Carreira, Cargos e Salários;  e ainda na consolidação do sistema de hierarquização de procedimentos médicos. Ele também presidiu da Associação Paulista de Medicina no período 1999-2005.

Fonte: APM

CONFEMEL apoia Dr. José Amaral para a presidência da AMM

24/09/2010 às 0:06 | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , , , , , ,

La Confederación Médica Latinoamericana y del Caribe (CONFEMEL) tiene la satisfacción de apoyar la candidatura del Dr. José Luiz Gomes do Amaral a la presidencia de la Asociación Médica Mundial (AMM). Como representante del Brasil, el Dr. Gomes do Amaral integra el Consejo de la AMM desde 2005 y, desde hace tres años, es el presidente del Comité de Asuntos Médicos Sociales (SMAC).
El Dr. Gomes do Amaral fue reelegido presidente de la Asociación Médica Brasileña para la gestión 2008-2011 y es presidente de la Comunidad Médica de Lengua Portuguesa. Fue también presidente de la Asociación Paulista de Medicina en el período 1999-2005. Viene trabajando activamente en la Confederación Médica Latinoamericana y del Caribe (CONFEMEL) y tambien en el Fórum Iberoamericano de las Entidades Médicas, buscando la integración entre los médicos latinoamericanos y de la Península Ibérica. CONTINUA: CONFEMEL apoia Luis Amaral SET 2010.

fONTE: confemel

Governo oficializa proposta aos médicos residentes

16/09/2010 às 15:39 | Publicado em Movimento médico | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

FENAM e CFM apoiam o movimento dos médicos residentes (Foto: Taciana Giesel/RBW)

O governo federal oficializou na última quarta feira proposta para por fim a greve dos médicos residentes em todo o país. Em documento endereçado à Associação Nacional dos Médicos Residentes – ANMR e assinada por vários representantes governamentais, MEC e MS propõe 22% de reajuste a partir de janeiro de 2010 e garantia de conclusão dos programas de residência no período normal.

Leia a íntegra do documento: Proposta do governo – Oficio 973-2010-CGRS-DHR-SESu-MEC

A ANMR encaminhou a proposta aos estados, para deliberação.

No Pará, os médicos residentes, reunidos em Assembléia Geral na sede da Sociedade Médico Cirúrgica do Pará, deliberaram pela rejeição da proposta de reajuste de 22%. Os residentes do Pará também fecharam questão pelo final do programa de residência no período programado e repúdio à retaliações que estão acontecendo em alguns hospitais.

Na mesma assembléia aconteceu a fundação da Associação dos Médicos Residentes do Pará – AMEREPA. Antigo anseio do Sindicato dos Médicos, a organização dos médicos residentes no Pará dá consistência e corpo ao movimento dos médicos residentes em nosso estado. A AMEREPA nasce e terá sempre todo o apoio do movimento sindical. Em 2006 quase conseguimos. Mas, no movimento atual, o incentivo do SINDMEPA caiu em solo fértil. Os colegas residentes discutiram, em várias reuniões, propostas de estatuto até chegar a uma proposta consensual que foi levada à assembléia. A fundação da AMEREPA demonstra a força do movimento no Pará.

Parabéns aos Médicos Residentes do Pará. Vida longa à AMEREPA!

Médicos residentes do Pará fundam associação amanhã

14/09/2010 às 8:50 | Publicado em Movimento médico | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , ,

Os médicos residentes do Pará vão fundar a Associação dos Médicos Residentes do Pará – AMEREPA, amanhã, em assembléia a ser realizada na sede da Sociedade Médico Cirúrgica do Pará. A organização dos médicos residentes em nosso estado é um antigo objetivo do Sindicato dos Médicos. A cada movimento nacional dos residentes o Sindicato oferece pleno apoio e estimula a organização da entidade estadual.  Desta vez vai dar certo!

A dificuldade é que a residência médica tem período curto. 2 a 4 anos, em geral. Ou seja os médicos tem pouco tempo para o desaborochar de lideranças. Além disso, ficam espalhados por vários hospitais e atarefadíssimos em suas atividades discentes. Importante lembrar que os médicos residentes têm uma carga horária semanal de 60 horas de trabalho-estudo. Fora o que tem que estudar em casa. Assim, sobra muito pouco tempo para dedicar a atividades de representação do coletivo.

Bem, desta vez as dificuldades estão sendo vencidas e os colegas médicos residentes vão fundar sua entidade regional que será ligada a Associação Nacional dos Médicos Residentes – ANMR.

A assembléia será na SMCP que fica na Vila Bolonha, número 134 (entre Benjamin e Piedade), às 14 horas. Melhores informações no Sindicato dos Médicos do Pará pelo fone 3224-3096.

Médicos Residentes fazem paralisação nacional

12/04/2010 às 20:13 | Publicado em Movimento médico, sindmepa | 2 Comentários
Tags: , , , , , , , , , ,

Médicos residentes de diversos estados farão paralisação no dia 14 deste mês (quarta-feira). A iniciativa faz parte da campanha nacional de luta por reajuste da bolsa-auxílio e melhoria das condições de formação. A direção da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR) espera a adesão de médicos residentes de todas as regiões. No País, são cerca de 17 mil residentes que têm peso decisivo no atendimento dos principais hospitais que atendem o Sistema Único de Saúde (SUS).

Médicos residentes do Pará também se mobilizam. O Sindicato dos Médicos, como sempre, está oferecendo integral apoio logístico e operacional para o sucesso do movimento no nosso estado. Também está estimulando e oferecendo toda a ajuda para a criação da ASSOCIAÇÃO DOS MÉDICOS RESIDENTES DO PARÁ – AMEREPA.

Conheça a pauta de reivindicações dos colegas Médicos-Residentes:
– Reajuste de 38,7% no valor da Bolsa.
– Garantia de pagamento do auxílio moradia e auxílio alimentação, conforme estabelece a Constituição Federal.
– Adicional de insalubridade.
– 13ª bolsa-auxílio.
– Aumento da licença maternidade de quatro para seis meses.- Cumprimento da jornada de 60 horas semanais, prevista na lei da residência médica.
– Melhores condições de trabalho.

Fonte: http://www.anmr.org.br/ e FENAM

AMB: CARTA AO PRESIDENTE LULA – INCONTINÊNCIA VERBAL

31/03/2010 às 16:36 | Publicado em Movimento médico, Política | 7 Comentários
Tags: , , , , , , , , , ,

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em mais um de seus rompantes habituais de incontinência verbal, diz ter encontrado os culpados pelo caótico sistema de saúde nacional: os médicos. Segundo reportagem veiculada em 26 de março, em diversos jornais brasileiros, o presidente reclamou “que os médicos não aceitam ou cobram caro para trabalhar no interior e periferias e que é muito fácil ser médico na avenida Paulista”.
Lula também criticou o Conselho Federal de Medicina, pedindo reconhecimento aos diplomas dos médicos formados em Cuba. Ainda em tom jocoso, criticou o médico responsável pela amputação do seu dedo mínimo da mão esquerda. Sua ira voltou-se também aos contrários à cobrança de novo tributo para aumentar os recursos ao setor de saúde.
O que o presidente finge não saber é que o médico sozinho no interior ou em periferias é incapaz de promover saúde. Ele precisa de apoio para exercer a sua profissão, como laboratórios, equipamentos para exames, hospitais, enfim tudo o que não é prioridade ou é claramente insuficiente em seu Governo.
Lula também finge não saber que ninguém é contra o médico cubano: exige-se apenas que ele, como qualquer outro, se submeta ao exame de avaliação exigido para formados no exterior.
Quanto à CPMF, governar impondo novos impostos ao já fatigado povo brasileiro, Sr. Lula, é tão vulgar quanto dizer que é “fácil ser médico na avenida”.
Sr. Lula, a Associação Médica Brasileira, em nome dos mais de 350 mil médicos brasileiros, sente-se ultrajada com suas declarações, visto inverídicas, por considerar que elas não condizem com cargo que V. Sa ocupa e por atingir a dignidade e honradez daqueles que, diariamente em hospitais ou consultórios, muitas vezes em condições precárias, lutam por manter a saúde do povo brasileiro.
Presidente Lula, o Sr. deve um pedido de desculpas à classe médica brasileira.

José Luiz Gomes do Amaral
Presidente da Associação Médica Brasileira

Fonte:  SnifDoctor

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.