1º Encontro Nacional de Mulheres das Entidades Médicas

10/12/2010 às 0:05 | Publicado em Movimento médico | 4 Comentários
Tags: , , , , , , , ,

Carta do Recife

O I Encontro Nacional de Mulheres das Entidades Médicas, com a participação de lideranças femininas no movimento médico brasileiro, foi realizado em Recife, no dia 10/09/2010 na sede da Associação Médica de Pernambuco (AMPE), com o fim de debater questões específicas do gênero no exercício da profissão e, também, a inserção nas lutas da categoria dentro da política médica e nacional.

Foram discutidos temas como vulnerabilidade e discriminação de gênero, salário e condições de trabalho, violência, legislação e direitos da mulher e a imperiosidade da ação política.

As análises relevaram a importância dos seguintes fatos:

– A presença expressiva de mulheres médicas na sociedade brasileira;

– O número crescente de mulheres nas escolas de medicina nos anos mais recentes;

– As peculiaridades do mercado de trabalho para a mulher médica, suas dificuldades de progressão nos estudos de pós-graduação, por ter mais incumbências em outras esferas;

– O desrespeito às características da condição feminina em vários serviços que não oferecem acomodações e/ou sanitários diferenciados;

– A necessária participação feminina nas entidades médicas como garantia de equidade e equilíbrio nas lutas da categoria;

– A sub-representação de mulheres nas entidades médicas, notadamente em funções decisórias ou de maior visibilidade política;

– O reconhecimento governamental da baixa representatividade de mulheres nas eleições gerais, mediante a promulgação da lei de número 9.504- 30/09/1997, para assegurar um número mínimo de 30% de candidaturas femininas, por partido político;

– A essencialidade da discussão livre e democrática sobre a realidade das mulheres médicas para a efetivação de mudanças deste cenário restritivo.

Diante desta realidade, as médicas reunidas no plenário decidiram constituir e defender uma pauta de reivindicações e comunicá-la às diretorias de todas as Entidades Médicas Nacionais (CFM, FENAM, AMB), bem como suas filiadas regionais e Sociedades de Especialidades, expressa a seguir:

– Realização de Fóruns de Discussão organizados pelas entidades médicas sobre discriminação de gênero, assim como espaço permanente para esta temática nas diversas publicações institucionais;

– Fiscalização sistemática e efetiva dos locais de trabalho para assegurar o cumprimento das leis trabalhistas e dos direitos consagrados da mulher, além das condições de segurança, conforto e higiene necessários para o desempenho das funções;

– Formulação, pelas entidades nacionais, de programas de esclarecimento e estímulo à plena qualificação profissional da mulher médica nos processos de educação continuada, especialização e pós-graduação;

– Estabelecimento da obrigatoriedade de cota mínima de 30% de mulheres na composição das diretorias de todas as entidades médicas;

– Discussão, nas respectivas entidades, das necessárias modificações estatutárias para assegurar a participação de cota mínima de mulheres em suas diretorias;

– Definição e ampla divulgação de cronograma de revisão estatutária pelas respectivas entidades, objetivando o estabelecimento da cota mínima de 30% de mulheres na composição das diretorias;

– Revisão do estatuto da FENAM para assegurar a representação democrática de todos os estados da federação em sua diretoria;

– Suporte técnico e financeiro das entidades médicas, para a realização do II Encontro Nacional de Mulheres nas Entidades Médicas, a ser realizado em março de 2011 no Rio Grande do Sul,   em reconhecimento da importância presente e futura da atuação feminina na medicina.

Reiteramos nossos princípios na defesa intransigente de mudanças que alicerçarão relações éticas entre médicos e a ampliação da cidadania brasileira, na perspectiva da equidade de gênero.

Recife, 10 de setembro de 2010.

 

Assinam esta carta mulheres participantes das entidades médicas abaixo:

 

Associação Médica Brasileira, Associação Brasileira de Mulheres Médicas, Associação Paulista de Mulheres Médicas, Associação Médica de Pernambuco, Conselho Federal de Medicina, Conselho Regional de Medicina da Bahia, Conselho Regional de Medicina de Brasília, Conselho Regional de Medicina Pernambuco, Conselho Regional de Medicina de Sergipe, Federação Nacional dos Médicos, Sindicato dos Médicos de Alagoas, Sindicato dos Médicos da Bahia, Sindicato dos Médicos de Brasília, Sindicato dos Médicos de Pernambuco, Sindicato dos Médicos do Piauí, Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte, Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul, Sindicato dos Médicos de São Paulo, Sindicato dos Médicos de Sergipe, Sindicato dos Médicos do Tocantins.

 

Presentes: Áurea Inez M. Meireles – SINDMED – BA, Carla Cristine Bezerra – SIMEPE – PE, Cláudia Beatriz Silva –  SIMEPE – PE, Cristiane S. de Oliveira – SINDMED – BA, Débora Angeli – CREMEB/SINDMED – BA, Edilma de A. Lins Barbosa – SIND. MÉDICOS – AL, Glória Tereza L. B. Lopes – SINDMED – SE, Helena M. Carneiro Leão – CRM – PE, Jane M. C. Lemos – Associação Médica de Pernambuco/AMPE, Janice Painkow – SIMED – TO, Josélia Nunes – CRM – DF, Lúcia Arbex – CRM – BA, Lúcia M. S. A. dos Santos – SIMEPI – PI, Marilene Rezende de Melo – Associação Brasileira de Mulheres Médicas e Associação Paulista de Mulheres Médicas, Maria das Graças Santos – SIMESP – SP, Maria de Lourdes C. David (Malu David) – SIMEPE – PE, Maria Gorete M. G. de Araújo – SIND. MÉDICOS – AL, Maria Rita de Assis Brasil – SIMERS – RS, Raquel Carvalho de Almeida – SINDMÉDICO – DF, Renê Patriota – ADUSEPS – PE, Rita Virgínia M. Ribeiro – CRM – BA, Stela Maris Grespan – SIMESP – SP, Sumaia Boaventura André – CRM – BA, Tilma Belfort de Moura – SIMEPE – PE, Verônica G. F. Cisneiros – SIMEPE – PE. Convidada: Gabrielle B. Sales – Faculdade Christus – CE (advogada, doutoranda em bioética).

Fonte: Glória Tereza L. B. Lopes – SINDMED – SE

Anúncios

4 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. A cada movimento organizado de mulheres que vejo é uma alegria que me toma, pois nós mulheres precisamos, urgentemente,nos fortalecer para alcançarmos a igualdade de gêneros que tanto almejamos!

    Parabéns ao 1º Encontro Nacional de Mulheres das Entidades Médicas.

    Suzete Bahia
    Coordenadora da ASPRENNE-Assoc. dos Serv. Públ. das regiões Norte e Nordeste

    • Suzete,
      Nossas mulheres já estão programando o segundo encontro para março próximo, com todo o apoio da FENAM.
      Forte abraço.
      Waldir.

  2. Encontro de Mulheres.
    Olá colegas, A Associaçãode Brasileira de Mulheres Médicas deveria ter representante nesta reunião, nos deveremos fundar a filiada do Pará, pois já foi realizado contatos para esta finalidade.
    Mèdicas do Pará vamos ter uma filiada, tenho o Estatuto, precisamos ter boa vontade e arumar TEMPO, pois deveremos ter representantes no II Encontro Nacional de Mulheres nas Entidades Médicas em março de 2011 no Rio grande do Sul
    Dra. Elza Brito

    • Elza, serão todas bem vindas!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: