CFM apresenta reivindicações dos médicos para Dilma Rousseff

25/11/2010 às 0:05 | Publicado em Movimento médico | 3 Comentários
Tags: , , , , , , , , , ,

O país precisa de mais investimentos na saúde, de uma política de recursos humanos para os profissionais da área e de uma agência nacional de saúde suplementar que cumpra de forma satisfatória seu papel de intermediadora entre as empresas, os médicos e os usuários dos planos. Estas reivindicações foram apresentadas pelo presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luiz d’Avila, à presidente eleita Dilma Rousseff durante encontro realizado em 20 de novembro, em São Paulo, em almoço, organizado pelo cardiologista Roberto Khalil.

O presidente do CFM considerou a conversa com Dilma Rousseff muito produtiva. “Defendemos a proposta de criação de carreira de Estado para o médico e apresentamos nosso ponto de vista sobre a volta da CPMF”, acrescentou d’Avila, para quem as entidades médicas são contra o aumento da carga tributária e defendem a aprovação da regulamentação da Emenda Constitucional 29 como forma de melhorar o financiamento do SUS.

“A presidente mostrou disposição ao diálogo”, ressaltou Roberto d’Avila. Para ele, este encontro – no momento em que se desenha os rumos do novo governo – confirma o fortalecimento da categoria. “Isso é um avanço importante e o reconhecimento das entidades médicas no espaço político”, disse. O CFM encaminhará nos próximos dias relatório com suas posições ao gabinete de transição, que deve ter como base o Manifesto dos Médicos à Nação, aprovado pelo XII Encontro Nacional das Entidades Médicas (Enem), realizado em julho, em Brasília.

Segundo d’Avila, a presidente eleita também se comprometeu com a indicação de um nome com “perfil técnico” para ocupar o cargo de ministro da Saúde. “Ela afirmou que o escolhido não será um político, mas alguém que assuma a responsabilidade de melhorar o Sistema Único de Saúde”, finalizou.

Fonte: CFM

Anúncios

3 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Acho q nao seria demais pedir tambem um pouquinho menos de corrupcao no SUS.

    • De acordo, Venturieri. A corrupção leva cerca de 40% dos recusrsos do SUS.

  2. O novo governo deve ter um olhar especial para a Auditoria, Controle e Avaliação do SUS.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: