Polícia apreende material em produtora: crime eleitoral?

01/10/2010 às 10:27 | Publicado em Política | Deixe um comentário
Tags: , , , , , , , , ,

A polícia apreendeu por volta das 22h30 desta quarta-feira (30 de setembro) material impresso com acusações ao senador Flexa Ribeiro (PSDB), que concorre à reeleição pela “Juntos com o Povo”. A coligação tem Simão Jatene candidato ao governo do Estado.
O material foi apreendido nas dependências da produtora P2 Eventos e Publicidade, pertencente a Márcio Panzera, irmão de Jorge Panzera, candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa pela PCdoB. O partido é um dos 14 integrantes da “Frente Popular Acelera Pará”, que apoia a reeleição da governadora.
Jorge Panzera ocupou cargos de relevância no governo. Chegou a exercer, por exemplo, a função de subchefe da Casa Civil e, até desincompatibilizar-se para concorrer às eleições deste ano, era o titular da Secretaria de Esporte e Lazer do governo petista.
Por volta das 19h30, portanto bem antes da apreensão do material impresso na produtora – situada na rua Manoel Evaristo nº 1040, entre as travessas Curuçá e 14 de Março, no bairro do Telégrafo -, dois homens, Mauro Augusto dos Santos Marques e Paulo Sérgio Monteiro Rodrigues, foram detidos na avenida Visconde de Souza Franco, a Doca, nas imediações do Boulevard Shopping, distribuindo os panfletos com acusações ao senador.
Os dois disseram que uma conhecida deles, cujo nome não chegaram a mencionar, é que lhes repassou o material e pagou a cada um a quantia de R$ 15,00 para que fizessem a distribuição. Informaram ainda que a produção dos impressos seria de responsabilidade da P2 Eventos e Publicidade.
De posse dessas informações, a assessoria jurídica da coligação “Juntos com o Povo” acionou a DIOE (Divisão de Operações Especiais) e todos se dirigiram para a sede da produtora, em frente da qual aguardaram a chegada de Márcio Panzera, que abriu a empresa e facilitou a apreensão de todo o material pela polícia.
O material impresso, assinado por entidades como a Umes (União Municipal dos Estudantes Secundaristas), Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), UNE (União Nacional dos Estudantes) e UJSPA (União da Juventude Socialista do Pará), foi levado no início desta madrugada para a Seccional do Comércio e deverá ser periciado.
Como se trata supostamente de crime eleitoral, o caso será transferido para a Polícia Federal, que vai proceder às investigações para chegar aos responsáveis pela impressão do material e por seus financiadores.

Fonte :Blog espaço aberto

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: