Médicos dos HPSMs de Belém adiam paralisação

25/09/2010 às 0:05 | Publicado em sindmepa | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Os médicos dos Pronto-Socorros Municipais Mário Pinotti (14 de Março) e Humberto Maradei (Guamá), decidiram, na noite desta quinta-feira, 23, em assembleia, realizada no Conselho Regional de Odontologia (CRO), que irão marcar uma nova audiência com o secretário municipal de Saúde Sérgio Pimentel e com o prefeito de Belém Duciomar Costa para externar o descontentamento da categoria com as péssimas condições de trabalho e baixos salários. Um profissional que atua na rede municipal de saúde recebe, em média, ao se aposentar, cerca de 1.500 reais. Além disso, muitos médicos reclamam da falta de espaço e da desorganização generalizada nos dois pronto-socorros de Belém. Ao todo, os profissionais da Sesma somam em torno de 1.200 médicos.

”As insatisfações dos médicos são muitas: vão desde a falta de equipamentos básicos, materiais, a perdas salariais que não são repostas desde a administração atual. Os estados do Pará e Roraima, por exemplo, são os únicos da região Norte que não possuem um Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV). Além disso, muitos deles não são concursados, como manda a lei municipal. Isso é inadmissível’, denuncia João Gouveia, diretor do Sindicato dos Médicos do Pará.

De acordo com ele, a categoria mobilizará todos os médicos da Sesma para pressionar a prefeitura de Belém para um acordo em relação às reivindicações. ‘Caso não haja um consenso, a categoria decidirá pela paralisação de suas atividades ainda este ano’, complementa Gouveia.

O médico Erivaldo Pereira, um dos diretores do Sindmepa, e que atua há 18 anos no HSPM da 14 de Março, diz que em alguns momentos pacientes com problemas diferentes são atendidos num mesmo local. ‘Como o fluxo de pacientes é muito grande, isso acaba inviabilizando o trabalho do médico, além de causar um desconforto grande para o paciente’, expõe Pereira.

Só este ano já foram feitas duas visitas técnicas no HPSM da 14 de Março. A primeira com a diretoria do Sindmepa. Já a segunda, acompanhada de representantes do Ministério Público Estadual, Conselho Regional de Enfermagem e Nutrição, Conselho Regional de Medicina. Até o momento nenhuma providência foi tomada.

Fonte: SINDMEPA

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: