Manejo Clínico da DENGUE

22/05/2010 às 0:03 | Publicado em Saúde | 1 Comentário
Tags: , ,

A Dengue tem sido um dos maiores problema de Saúde Publica do mundo, em especial no Brasil. No Estado do Pará não tem sido diferente, principalmente nos meses mais chuvosos. Embora a maioria dos casos (>90%), independente do sorotipo (1,2,3 ou 4) evoluam benignamente, os outros 10% complicam e se não houver manejo clínico adequado pode evoluir para óbito. A evolução para a forma grave independe do sorotipo ou da infecção ser primaria, secundária, terciária ou quaternária.

Os casos que agravam o fazem muito rapidamente. Como qualquer caso pode evoluir para gravidade, é fundamental que todos os casos de Febre Alta (Até 7 dias) e acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sinais/sintomas: Cefaléia, dor retroorbitária, mialgia, artralgia, prostação, exantema cutâneo, entre outros, sejam considerados como SUSPEITOS de dengue. Continua: Manejo Clínico da DENGUE mai 2010

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Caro Dr Waldir: Muito oportuno a colocação da nota técnica sobre manejo da DENGUE. Temos que admitir que referida doença vai nos enfernizar até que haja a vacina. Segundo os mais otimistas isto ainda vai levar uns 5 anos!!! E até lá nós médicos precisamos ficar atentos e vigilantes para que muita gente, em especial crianças (remember caso do pequeno DOUGLAS que morava no centro de Manga City (apud Comendador Mario Sobral).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: