Um em cada dez partos no mundo é prematuro

13/01/2010 às 0:05 | Publicado em Saúde | 1 Comentário
Tags: , , , ,

Ásia e África concentram 85% dos nascimentos que ocorrem antes da 37.ª semana de gestação

Um em cada dez dos cerca de 130 milhões de nascimentos que ocorrem todos os anos no mundo acontece prematuramente, principalmente nos países mais pobres, onde a chance de sobrevivência é baixa. As informações são da Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, segundo artigo da agência das Nações Unidas publicado em um boletim da organização neste mês, houve também “aumento dramático” dos nascimentos prematuros nos países desenvolvidos, especialmente na América do Norte e na Europa, nos últimos 20 anos.

Com base em estudos de meados da década de 1990 até 2007, o relatório da OMS diz que 85% dos nascimentos que aconteceram antes das 37 semanas de gestação ocorreram na Ásia e África. Mas as maiores taxas de parto prematuro em relação ao total de nascimentos foram registradas na África (12%) e na América do Norte (10,6%). Na Europa, o índice foi de 6,2% e na América Latina e no Caribe, de 9,1%.

De acordo com um dos principais autores do artigo das Nações Unidas, Lale Say, muitos bebês prematuros na Ásia e na África não têm acesso aos cuidados necessários.

Um bebê nascido com 32 semanas e peso inferior a 2 quilos, por exemplo, tem poucas chances de sobreviver, segundo o especialista. Já um recém-nascido de 32 semanas em um país desenvolvido tem a mesma chance de sobrevivência que um bebê que não é prematuro.

Dados dos Estados Unidos mostram que cerca de 50% dos bebês nascidos no país após períodos curtos de gestação (entre 22 e 25 semanas) podem sobreviver – metade deles sem problemas graves de saúde até 18 ou 22 meses de idade, afirma o artigo.

O grande número de nascimentos prematuros na Ásia, principalmente na região em torno da Índia (taxa de 11,4%), e na África (o índice no sul chega a 17,5%), decorre principalmente da falta de medicamentos para tratar as infecções sofridas pela mãe ao longo da gravidez.

Já o aumento do número de partos prematuros nos países desenvolvidos está ligado às mudanças de estilo de vida das mulheres, que cada vez mais optam por ter filhos após os 34 anos, e ao crescente uso de técnicas de reprodução assistida e da cesariana.

MORTALIDADE

O governo cubano comemorou sua taxa de mortalidade infantil de 4,8 crianças por mil nascidos vivos em 2009. O índice ficou abaixo do registrado no Canadá, nos Estados Unidos e em países da América Latina.

Os dados, do Ministério de Saúde de Cuba, foram publicados no jornal Granma, do partido comunista. No ano passado, o Canadá registrou uma taxa de mortalidade infantil de seis bebês por mil nascimentos. A taxa dos Estados Unidos e do Chile ficou em 7 e do Uruguai, 12, de acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), agência da ONU. REUTERS E AFP

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo


Bookmark and Share

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. É, como você mesmo disse, na Ásia e na África, a situação é crítica pois os bebês não recebem tratamento de saúde. E o aumento desses mascimentos premeturos na Europa mostra que esse problema não é exclusivo de países sub-desenvolvidos.
    Aproveitando, gostaria de convidá-lo a criar um perfil profissional de saúde em nossa rede social ( http://bit.ly/7ZCf6A ). Nesse espaço você pode incluir seu currículo, falar de sua vida profissional, e conquistar novos contatos em sua área. A rede social é voltada pra quem busca saúde, pra quem entende de saúde, e pra quem busca incentivar uma vida melhor. Você como profissional de saúde deve estar lá. Aproveite e publique também as matérias do seu blog na rede social. Assim voc~e leva o seu conteúdo para um novo público que tem interesse no assunto, e conquista milhares de novos leitores.
    Grande abraço.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: