Bianca. Mulher, grávida, médica, cidadã, perseguida.

11/01/2010 às 0:05 | Publicado em Cidadania, justiça, Saúde | 7 Comentários
Tags: , , , , ,

Bianca Abinader Gavinho é médica, tem 28 anos, é casada. Tem uma filha de 3 anos e está grávida no oitavo mês de gestação. Formada há 4 anos pela Universidade Federal do Amazonas, clínica geral, servidora concursada da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus. Desde Março de 2007 trabalha no Programa Saúde da Família, na UBSN-17, comunidade de Campo Dourado em tempo integral.

No dia 04 de janeiro, reportagem da Rádio CBN Manaus chegou, às 11:30, na unidade de Campo Dourado, procurando a Dra. Bianca pelo nome. Daí foi produzido uma reportagem de 18 minutos dos quais 10 minutos atacando a Dra Bianca Abinader.

A colega respondeu pela internet: http://sites.google.com/site/biancaabinader/

Na sexta feira, 08/01/2010, tomei conhecimento do que estava acontecendo pelo twitter. Consegui o celular de Bianca. Conversei com ela. Manifestei imediatamente a solidariedade da FENAM. Muito tranqüila, a colega reafirmou que nada tem a temer sobre sua conduta profissional. Relata que tem o apoio da comunidade que está temerosa que ela seja transferida. Me contou que, na SEMSA, foi aberto uma sindicância. Isto deixou-a mais tranqüila pois poderá, facilmente, comprovar que é uma boa servidora pública.

Desde o dia em que a reportagem foi divulgada uma corrente de solidariedade foi sendo tecida, pela internet, na comunidade, no meio médico. O Sindicato dos Médicos do Amazonas se posicionou defendendo a colega. Participou de debates no rádio. Cumpriu seu papel. Está de parabéns.

Pensei. Apenas ligar para a colega e manifestar apoio é pouco. Decidi engrossar a corrente na internet. No Twitter e nas minhas redes de amigos. Agora vou mais adiante. Vou meter, mais fundo, neste angú, a minha “colher enferrujada”. Vejam:

No dia 05/01/2010 o Jornalista Ismael Benigno Neto publica, no Observatório da Imprensa artigo intitulado “É aqui que trabalha a Dra. Bianca?”, defendendo a médica e desnudando as causas da perseguição: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=571FDS020

No dia 08/01,2010, também no Observatório da Imprensa, o Jornalista Ronaldo Tiradentes escreveu o artigo “A médica, o twitter e o jornalista” defendendo a emissora de rádio e atacando Bianca: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?msg=ok&cod=571FDS024&#c

No seu artigo, Ronaldo faz um desafio a uma amiga advogada, que defendeu a médica. O desafio foi ambos visitarem a comunidade de Campo Dourado para checar “in loco” se a Dra Bianca é ou não uma médica assídua e benquista pela população. O jornalista afirma que se retrataria caso estivesse errado. Lhe incomoda a pecha de estar sendo injusto. Diz ele que a sua amiga não aceitou o desafio. Ele não sabe o porquê.

Diante disso, no site, na área destinada a “comentários”, me manifestei topando o desafio: Caro Jornalista,

Vc deu uma “barrigada”. Faltou checar com mais calma as fontes. Conversar com a médica “twiteira” como vc diz.

Nós médicos topamos seu desafio! Aliás, devolvemos o desafio. Vamos juntos até a comunidade da Dra. Bianca! Você está desafiado a ir lá conosco. Vc e quantos jornalistas estiverem interessados. Somos nós contra a CBN ou o mau jornalismo.

Vc tem meu e-mail. Espero seu contato. Vamos em busca da verdade. Doa a quem doer.

Penso que aceitar este desafio é questão de honra para todos nós que defendemos a cidadania, a liberdade de imprensa, a boa medicina, o SUS e a justiça. Vamos em busca da verdade!

O link para o artigo do Sr. Ronaldo Tiradentes esta no post. Entre lá você também. Tope o desafio. Colegas de todos os estados, de Manaus, de todo o Brasil. Vamos mostrar que os médicos têm dignidade e merecem respeito. Vamos a Manaus.Vamos a Campo Dourado! Vamos defender Bianca Abinader. Vamos defender o bom nome de nossa profissão.

Manifeste seu apoio à colega Bianca:  https://www.facebook.com/ApoioBianca

Mais informações importantes: http://oavesso.com.br/omalfazejo/umas-verdades-inconvenientes/

Anúncios

7 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Caros colegas,
    A classe médica tem sofrido cada vez mais agressões, físicas, verbais e morais,neste país (que vai pra frente e nunca esteve tão bem em sua História, em 500 anos) onde, de médico e de louco , todo mundo tem um pouco (ou muito, quem sabe?).Estes fatos nada mais são que o reflexo da lei do ato médico,fruto da luta incessante dos sindicatos médicos, CRMS, CFM, FENAMS e que incomoda muita gente.Precisamos manter a postura, a ética e o conhecimento, inerentes à nossa classe, já que, querendo ou não, estes incomodados (pobres criaturas que,talvez, não tenham conseguido cursar uma faculdade de medicina), doentes necessitam, sim é do médico, que por lei e direito é o profissional que detém a prerrogativa do diagnóstico e da cura (bem como os odontólogos, é claro).Não somos deuses, é verdade, mas estamos, pelo exercício de nossa profissão, mais próximos deles.Solidariedade à colega Bianca e a todos os colegas médicos, tão cansados, explorados e perseguidos deste Brasil, que muitas vezes não nos merece.
    Abraços.
    Bibiane Monteiro da Silva, médica infectologista, Belém-Pará.

  2. Nossa solidariedade a Dra. Bianca Abinader Gavinho! A imprensa pode atacar ,achacar,denegrir,humilhar e nada acontece!Mas,nós temos de nos unir e mostrar a verdade ,coisa que seria o escopo do bom jornalista.Saudações democráticas .Aloísio Daher de Melo,médico.

    • Aloisio, devemos nos unir todos os que acreditam numa sociedade em que haja postura ética. Em que os interesses não sejam apenas materiais. Em que os fins justifiquem os meios. Forte abraço.

  3. Sugiro atualizar o POST com o link do Facebook https://www.facebook.com/ApoioBianca
    Este artigo já está sendo divulgado por lá.

    • OK. Providenciando. Abs.

  4. […] Fonte: Blog do Waldir Cardoso  Share this:TwitterLike this:LikeBe the first to like this post. […]

  5. Sinceramente? Estes são os “profissionais” que envergonham e denigrem a classe dos jornalistas. No lugar dela eu não pensaria muito mais: processo por calúnia e difamação neles.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: